O é o principal suporte do peso do corpo, e movimentos incorretos podem gerar lesões nos joelhos e articulações, além de sobrecarregar a coluna. Por isso, é importante cuidar da saúde deles e verificar a forma como se pisa. “O tratamento dos pés é indicado para pessoas que apresentam problemas ortopédicos ou neurológicos”, revela o fisioterapeuta da In.corpore Pedro Netto.

Pedro, especialista em fisioterapia ortopédica e traumatológica, informa que o pé é uma estrutura complexa, composta por 26 ossos e 30 articulações. “O funcionamento adequado do pé é fundamental para a locomoção do ser humano. Com os movimentos de pronação e supinação, o desempenha as funções de adaptação às superfícies irregulares do solo, absorção de forças e alavancagem para a impulsão do corpo. Disfunções de movimento dos pés podem levar a lesões não apenas nos pés, mas em outras articulações do corpo.”

Para quem sente dores nos pés, tem joanetes, calos plantares ou esporão de calcâneo e outros problemas nos pés, o especialista indica o uso de palmilhas posturais feitas sob medida. “As palmilhas também são indicadas para quem tem dores como no quadril, associadas a processos degenerativos, diferença no comprimento dos membros inferiores,fasceíte plantar, neuroma de Morton, metatarsalgias, canelites, dores nos joelhos (síndrome patelo-femoral), bursites da pata de ganso, tendinopatia do trato-iliotibial e dor lombar”, enumera.

As palmilhas sob medida corrigem anormalidades e disfunções mecânicas do , como a pronação excessiva e a hipopronação, melhorando a eficiência dos mecanismos do pé durante corridas e caminhadas, por exemplo. Além disso, melhoram o alinhamento dos pés e dos membros inferiores.

“Realizamos uma avaliação biomecânica e clínica detalhada para identificarmos se o paciente tem indicação para o uso da palmilha sob medida. Se o paciente se beneficiar com o uso da órtese, a palmilha é confeccionada e realizamos um acompanhamento periódico para observarmos a evolução dos sintomas e a correção dos movimentos dos pés e membros inferiores durante a marcha. Para tratamento são realizadas técnicas de alongamento, fortalecimento muscular principalmente da musculatura do quadril, que exerce maior influência no controle do pé e dos membros inferiores. Além disso, a eletrotermoterapia, bandagens funcionais e terapia manual também são importantes para o tratamento de lesões nos pés e membros inferiores. Por meio de avaliação é definida qual a melhor técnica para o tratamento”, revela Pedro Netto.

Aproximadamente 80% da população apresenta dores nos pés. Esses problemas podem ser frequentemente resolvidos após uma avaliação adequada, e o tratamento será direcionado para a causa da disfunção.  “Mas nem todos têm indicação de palmilha”, ressalta Pedro. “O cuidado  com a saúde dos pés previne lesões degenerativas do joelho, quadril e  coluna vertebral, além de reduzir os episódios de entorses de tornozelo e  joelho. Previne também fraturas por estresse em praticantes de atividades  esportivas”, finaliza.

Fonte: http://www.revistaentrevias.com.br/materias/cuide-dos-seus-pes