O pé diabético trata-se de uma das complicações do diabetes, onde o paciente perde a sensibilidade protetora dos pés provocando úlceras, problemas vasculares periféricos entre outras situações. Uma forma de prevenção a esse problema são as palmilhas personalizadas Segundo Dr. Alvaro Caruzo, Ortopodologista, “se a pessoa perde a sensibilidade tátil vibratória e a diferença de temperatura acima de dois graus ela tem o risco de úlcera plantar. Então nós temos que confeccionar palmilhas adequadas para tirar aquela região de alta pressão que estava tendo”.

 

Como é o caso de Vera Caron que tem diabetes há sete anos, e desde então começou a sentir dores pelo corpo inclusive nos pés, “a diabetes você perde a sensibilidade das extremidades, no caso tinha perdido a sensibilidade nos meus pés então quando eu pisava não sentia a sola dos meus pés. Ele estava sempre adormecido e a noite eu tinha câimbra por falta de circulação e tudo mais”.

O ortopodologista ressalta que “cientificamente a palmilha melhora o retorno venoso em casos brandos de até 80%, em casos regulares 60% e em casos graves 40%” o que é muito significativo.

Após passar por vários tratamentos sem resultados, Vera iniciou o uso das palmilhas personalizadas e constatou uma grande melhora, “a partir do momento que comecei utilizar as palmilhas que esse problema acabou agora tenho uma vida normal. Eu não tenho mais dor nos pés, nas pernas, meus pés não incham mais. Uma coisa que acho interessante tinha dor no joelho e hoje não tenho mais. Não fiz tratamento nenhum para o joelho, eu fiz foi à palmilha que resolveu todos os meus problemas”.

 

Fonte: http://globotv.globo.com/tv-tribuna/viver-bem/v/viver-bem-bloco-2-palmilha-para-os-pes-12092015/4460926/