Sentir dor ou desconforto nos pés depois de uma corrida ou de um dia de trabalho não é novidade para ninguém. Afinal, os pés são a base para toda a sustentação. Mais do que isso, são eles que nos proporcionam estabilidade e equilíbrio. O centro gravitacional e o alinhamento do corpo sofrem modificações devido a alterações nos pés. Tudo para regular a postura estática e dinamizar e alinhar a estrutura esquelética. Esse processo passa pelos tornozelos, pernas, joelhos, quadris, região lombar e cervicodorsal, onde estão presentes tendões, articulações e músculos. Isto significa que quando apresentamos desequilíbrio nesse sistema postural, podemos sentir dores, enrijecimentos, contraturas musculares, patologias de ordem postural e limitações nos movimentos.

podoposturologia-exame

A boa notícia é que essas alterações têm tratamento, realizado por meio de um novo conceito terapêutico denominado podoposturologia, ou reeducação postural através de palmilhas. A técnica tem como base os princípios da neurofisiologia da postura humana. “Por meio de avaliação postural clínica com podoscópio, anamnese, teste de equilíbrio, análise de rotação, nivelamento de bacia e tensão da musculatura paravertebral é possível prescrever e confeccionar uma palmilha específica para a necessidade do paciente”, explica Dr. Victor Marcassa Neto, fisioterapeuta com especialização em fisioterapia ortopédica, traumatológica e desportiva e com formação em podoposturologia. Com estudo realizado caso a caso, as palmilhas podem ser usadas por crianças, idosos e atletas em qualquer tipo de calçado (inclusive tênis de corrida, sandálias e sapatos de salto).

O empresário Fábio Moralles Alonso, 36 anos, cuja empresa presta assessoria esportiva, sentia dor na sola dos pés e articulações devido a uma lesão no quadril. “Ganhei um reequilíbrio postural com o uso das palmilhas e não sinto mais dores nas articulações e sola dos pés, nem durante uma corrida”, revela. Segundo ele, o mesmo tratamento trouxe benefícios a vários de seus clientes. “O equilíbrio corporal através das palmilhas funciona como um remédio”, acrescenta.

O benefício durante a prática de exercícios é muito satisfatório. O tratamento com as palmilhas coloca o corpo nos eixos e otimiza o desempenho da atividade física com o menor número de lesões possíveis. Isso proporciona ao praticante uma atividade sem dor, diminui o desgaste de articulações e musculaturas e ainda evita contusões e artrose no futuro. É o caso do personal trainer Alisson Tracz, de 27 anos, que pratica triatlon. “Eu tinha a pisada errada e isso sobrecarregava meus joelhos, tornozelos e já estava provocando um edema na tíbia. As palmilhas alinharam o meu corpo, acabando com as dores e melhorando a minha performance”, conta o triatleta.

Fonte: Revista Corpore

http://revistacorpore.com.br/materias/reabilitacao/podoposturologia/tratamento-com-palmilhas