A gente já ouviu muita gente falando que quando o tempo muda, a dor surge no joelho ou em outra parte do corpo. E pode até parecer uma bobagem, mas tem sim um fundo de verdade nessas afirmações. Pessoas com dores crônicas realmente sentem uma dor mais intensa  quando o clima muda.

Cerca de 67% das pessoas com dores crônicas sentem piora em seus sintomas com alterações climáticas, e na maioria dos casos isso acontece antes mesmo da mudança do tempo realmente acontecer, ou seja, é como se a articulação funcionasse como uma previsão do tempo.

Embora não exista uma teoria específica para garantir o que realmente provoca essas dores, a mais aceita é sobre a mudança da pressão do ar. Que ela é a responsável pelas dores aumentarem e não só a temperatura ou umidade. Faz sentido se pensarmos que a pressão é como um peso do ar em nós. E a pressão atmosférica tende a cair antes da chegada de um clima ruim, o que permite maior expansão da articulação que está sensível devido à processos inflamatórios, cicatrizes ou aderência. Tudo isso é microscópico, mas para quem tem sensibilidade parece ser perceptível.

A dica aqui é manter uma rotina de exercícios e sempre manter as articulações ativas porque se a região estiver muito rígida, as dores serão muito piores. Aproveite que a temperatura vai subir com a chegada da primavera/verão e pratique caminhadas e atividades ao ar livre para quando a temperatura baixar de repente, você não sofra tanto.